Scopa Engenharia - Tendências de decoração para 2017 - Notícias


02 de Fevereiro de 2017
Tendências de decoração para 2017



Todos os anos surgem novas modas, e outras podem até voltar. As tendências do design para 2017 já estão postas e O POVO foi consultar quais são as principais nos quesitos cor, móveis e iluminação.

Na cor, a tendência é o Greenery, eleita a cor do ano pela Pantone, fornecedora de padrões de cores para a indústria da moda. É o tom de verde amarelado que dita a linha do que vai ‘bombar’ esse ano.

“Essa cor é o que a gente sempre espera no começo do ano para ver que linha vamos seguir nos projetos. Por isso o uso do verde. Cores mais ligadas a natureza vão estar bastante presentes nos projetos”, explica o decorador Adeilton Rodrigues. Além da cor, projetos orgânicos e com referência às formas do meio ambiente estão em alta.

Tons metalizados também vão ser tendência não só nas roupas e acessórios. “Cobre e ouro vêm fortes nos detalhes de móveis e peças de decoração”, comenta Bruno Lessy. Além do Greenery, as cores primárias e tons de azul também são apostas para o ano. 

Móveis
Nos móveis, o que está em alta são os materiais sustentáveis. Madeiras reaproveitadas e de reflorestamento são as os mais utilizados. “Os materiais ecologicamente corretos são tendências para esse ano, não só nos móveis, mas em outras partes dos projetos”, comenta Adeilton. Nos estofados são tendências os tecidos crus, como algodão e linho. 
 
A designer Adilia Ribeiro, da 4R Arquitetura e Design, reutilizou troncos de árvore para fazer os móveis que usou na decoração de um dos seus projetos. “Essa mistura de materiais também está muito em alta e os troncos ficam bem bonitos”.

Os móveis de tons claros também são destaque esse ano além daqueles com detalhes em palha natural trançada, explica Bruno Lessy, decorador da Holanda por Dulce Silveira Ambientações. “A laca resinada também está muito em alta. Começou no final de 2016, mas esse ano vai ficar ainda mais forte”.

Projetos que se utilizem de uma ‘pegada’ industrial também são tendência, principalmente para centros urbanos. “Algo com ferro exposto, parede desgastada”, comenta a designer Luciana Brasileiro. O cimento queimado também vem muito forte, “porque ele é de uma técnica mais suave”.

Mistura
Para mesclar com peças mais rústicas, uma boa dica são peças em estilo escandinavo. “Essas peças são mais delicadas, dando um ponto de leveza aos projetos”, complementa Luciana. 

A mistura de materiais está presente não só nos móveis, mas ainda em outras peças, como as cortinas. Misturar persianas com tecidos é uma das tendências deste ano, aposta Carlos Medina, diretor da Royalle Home Design. “A persiana pode ser algo mais rústico e por cima você coloca um tecido, que dá um ar de leveza”.

Adilia misturou cadeiras em couro com uma mesa em madeira, espelhos e uma parede em estilo 3D. “Eu criei o desenho da parede. É bom misturar o rústico com a sofisticação. O prédio aqui era muito antigo, com essa mudança da fachada houve uma valorização de 100%. Os apartamentos custavam R$ 300 mil e alguns hoje custam cerca de R$ 800 mil, isso para você ver como usar tendência valoriza um projeto”.

O estilo geométrico também está em alta. Por dar uma ideia de profundidade, ele é utilizado em paredes, junto aos relevos em 3D. “Esse material dá um ar diferente ao ambiente, geralmente é usado para fazer uma mudança radical”.

Na iluminação, saem de cena as luminárias embutidas e ficam em alta as iluminações expostas. “Spots, luminárias com uma pegada mais externa, isso agora vai fazer parte da decoração”, comenta Luciana. Nos formatos, surgem as luminárias em formas orgânicas e moleculares, além de lustre planetário.

Fonte: O POVO



Scopa Engenharia
Av. Dom Luí­s, 176 - 4º Andar - Ed. Mercury - Fortaleza - Ceará - Brasil
Fone/Fax: + 55 (85) 3133.2400
E-mail: scopa@scopa.com.br
© 2018 Scopa - Todos os direitos reservados